Toque Integrativo

Um método terapêutico manual, sensível e profundo, com visão global do Ser, que atua em aspectos físicos, mentais e emocionais, através da facilitação da conscientização, manejo e ressignificação das experiências somato-emocionais. Utiliza-se de toques sutis e manobras de liberação miofaciais e do sistema craniossacral; técnicas de conscientização somática; adaptadas e integradas às teorias de desenvolvimento neuropsicomotor e somático; e estudos em neurofisiologia do estresse e trauma. O toque assim conduzido, tem a capacidade de proporcionar o “holding” necessário para transpor as barreiras defensivas do Self, resgatar e/ou construir recursos internos estruturantes do Ego corporal, estimular a neuroplasticidade, facilitar o processo de auto regulação fisiológica e ampliar a resiliência.

Indicações

  • Para tratamento em dor crônica e outras condições crônicas:
    • Enxaqueca
    • Disfunção da articulação temporo-mandibular (ATM)
    • Bruxismo
    • Fibromialgia
    • Hérnias de disco
    • Cervicalgia
    • Lombalgia, lombociatalgia
    • Tendinites, bursites, síndrome do túnel do carpo, etc
    • Distúrbios de sono
    • Labirintite
    • Fadiga crônica
  • Prevenção e melhora na qualidade de vida em doenças crônicas degenerativas:
    • Mal de Alzheimer
    • Mal de Parkinson
    • Esclerose Múltipla
  • Como facilitador de processos meditativos e autoconhecimento
  • Como terapia de apoio em distúrbios psiquiátricos:
    • Estresse
    • Ansiedade
    • Fobias
    • Traumas emocionais
    • Transtornos de estresse pós-traumáticos
    • Transtorno do pânico
    • Transtorno de somatização
    • Transtornos de humor
    • Depressão
    • Esquizofrenia
    • TOC
    • Dependência química